Welcome

Say hello to the toggle bar. This is an optional section you can use to display any content you'd like. Simply select a page from the theme panel and the content of the page will display here. You can even use the drag and drop builder to create this! This is a perfect place for your company mission statement, alerts, notices or anything else.

Get In Touch

Email: support@total.com
Phone: 1-800-Total-Theme
Address: Las Vegas, Nevada

Our Location

togglebar-map

(12) 99156-1185 valegospelnoticias@yahoo.com.br

PAPA DIZ QUE PEDÓFILOS SÃO “INSTRUMENTOS DE SATANÁS”

Neste domingo (24) durante uma reunião no Vaticano, que reuniu 190 lideranças da Igreja Católica de todo o mundo, o papa Francisco falou duramente sobre os casos de abuso sexual infantil.

Não ignorando que a prática ocorre dentro das estruturas católicas, afirmou que a prática é como uma “praga” e a comparou a oferecer humanos em sacrifício.

“Gostaria de reafirmar com clareza: se na Igreja for descoberto um só caso de abuso – que em si mesmo já representa uma monstruosidade -, este caso será enfrentado com a máxima seriedade”, assegurou o pontífice.

Ainda segundo Francisco, “o consagrado, escolhido por Deus para guiar as almas à salvação, deixa-se subjugar pela sua fragilidade humana ou pela sua doença, tornando-se assim um instrumento de satanás. Nos abusos, vemos a mão do mal que não poupa sequer a inocência das crianças”.

Enquanto promete ações mais duras contra o abuso, a Santa Sé estuda criar um departamento na Igreja específico para denúncias desse tipo entre os sacerdotes.

As declarações do papa vêm na esteira das denúncias do cardeal alemão Reinhard Marx. O purpurado admitiu que a Igreja destruiu materiais sobre estupradores. “Os arquivos que documentaram esses atos terríveis e indicam os nomes dos responsáveis foram destruídos, ou até sequer foram produzidos”, cobrando a divulgação do número de casos analisados por tribunais eclesiásticos.

De fato, nas últimas décadas, a Igreja Católica tem sido abalada por uma série de escândalos sexuais dentro do clero. No ano passado, por exemplo, todos os bispos do Chile renunciaram após denúncias de abuso virem à tona.